Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Painel H&C
Inteligência Mintel
TERÇA-FEIRA, 11 DE SETEMBRO DE 2018

Mercado de beleza masculino tem desafios e oportunidades

Produtos para barba/bigode são pouco utilizados pelos homens

O mercado de produtos de beleza e cuidados pessoais masculinos tem al­guns desafios a enfrentar. Apesar dos homens estarem deixando a barba/ bigode crescer, a maio ria deles ainda não usa nenhum tipo de produto es­pecífico para esses pelos faciais. Além disso, as barbearias precisam desen­volver ações para atrair esses homens, já que a maioria ainda apara a barba/ bigode em casa, por conta própria.

De acordo com a pesquisa recente da Mintel Atitudes dos Homens em Rela­ção a Produtos de Beleza, 35% dos bra­sileiros fazem a barba/bigode de duas a seis vezes por semana. Além disso, 94% desses homens disseram fazer a barba/bigode em casa. Para chamar a atenção desses homens, as barbearias podem realizar parcerias com outras empresas, tentando con quistar assim outros clientes. Além disso, elas podem realizar promoções ou investir em víde­os em canais da internet a fim de atrair esses homens que fazem barba/bigode em casa. Isso porque, dentre eles, 37% disseram que leem/assistem avaliações de produtos na internet antes de com­prá-los (por exemplo, em blogs de bele­za, no YouTube etc).

Outro dado importante da pesquisa mostra que, apesar de muitos brasilei­ros fazerem a barba/bigode em casa, mais da metade não usa nenhum pro­duto para esses pelos faciais: 57% dos homens afirmaram isso. O Relatório Mintel Cuidados com a Pele do Rosto revelou que 39% dos homens não sa­bem qual produto é melhor para sua pele. Talvez por essa falta de conhe­cimento, muitos homens não usem nenhum produto para barba/bigode. Além de educar os consumidores quan­to ao uso de produtos para barba/bigo­de e seus benefícios, o varejo precisa organizar os produtos de maneira que chame a atenção dos homens.

 

Produtos que combatam o suor, fragrâncias que ajudem a relaxar e produtos capilares com proteção UV podem agradar alguns homens

De acordo com a pesquisa Mintel, 51% dos homens têm interesse em produtos de cuidado com o corpo an­titranspirantes (ou seja, que controlem o suor). Essa tendência foi identifica­da pela Mintel como Active Beauty e tem impactado diversas categorias de beleza globalmente. A indústria está tendo que desenvolver produtos para um novo consumidor, que procura praticar atividades esportivas em prol do seu bem-estar. Não são mais os consumidores que precisam achar pro­dutos adequados ao seu ritmo de vida, e sim as marcas que devem desenvol­ver produtos que vão de encontro às necessidades desse novo consumidor preocupado com a saúde. As marcas poderiam explorar tanto novas tec­nologias quanto novos formatos para desenvolver produtos antitranspiran­tes. Exemplos são o gel Below the Belt Grooming for Men Sport Lubricant Groin Protection, lançado no Reino Unido e que diz possuir uma fórmula exclusiva com óleos essenciais e ingre­dientes naturais para ser usado antes e após exercícios físicos, e o Duke Can­non Supply Co. Cold Shower Cooling Field Towels, dos Estados Unidos. Em formato de lenço umedecido, o produ­to promete remover as impurezas e o suor corporal.

Além disso, 48% dos brasileiros têm interesse em usar perfumes ou fra­grâncias que os ajudem a relaxar. Os consumidores estão cada vez mais pre­ocupados com o seu bem-estar emo­cional e têm buscado maneiras de di­minuir o estresse e melhorar o humor e as emoções positivas através do uso de produtos. A Mintel identificou essa tendência como Mood to Order.

Marcas de beleza e cuidados pessoais podem desempenhar um papel cru­cial nesse novo movimento de busca por bem-estar mental através de cos­méticos que ajudem os consumidores nesse processo. Fragrâncias e texturas cujos ingredientes ajudem a diminuir o estresse do dia a dia e provocar emo­ções positivas poderão, assim, chamar a atenção dos consumidores. Um in­grediente que pode ser bastante explo­rado é o óleo essencial, que consegue entregar benefícios como relaxamento com aromas que alteram o humor e combatem os efeitos do estresse do dia a dia. As marcas podem se aprovei­tar ainda do fato de os consumidores estarem buscando cada vez mais pro­dutos com ingredientes naturais.

Outro produto de interesse dos ho­mens são os cosméticos capilares com proteção UV: 27% dos homens estão interessados nesses produtos. Porém, de acordo com o Mintel GNPD, lan­çamentos de produtos masculinos de cuidados com o cabelo com posicio­namento ‘proteção UV’, ou seja, que protegem o cabelo dos raios solares, estão bem abaixo de outros posicio­namentos e o percentual caiu nos úl­timos dois anos. Além disso, todos os produtos capilares lançados no Brasil com esse posicionamento são mode­ladores/fixadores. Há espaço, assim, para outras subcategorias entrarem no mercado que protejam os fios dos raios solares, como xampus, condicio­nadores e produtos de tratamento.

Assim, além de produtos que propor­cionem diversos benefícios aos ho­mens, o setor masculino de beleza e cuidados pessoais deverá também ino­var com formatos, texturas e tecnolo­gias diferentes para incentivar cada vez mais os homens a usar cosméticos.

Fonte: Redação Revista H&C

Veja também:

Calendário de Eventos 2018
ver completo
Parceiros H&C
  • ABC
  • Abipla
  • Abre
  • ABT
  • Anvisa
  • FCE Cosmetique
  • FtechSM
  • iCosmetologia
  • AACD
Rua Rio da Prata, 164 - Brooklin - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 04571-210

Ftech Soluções em Internet