Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Painel H&C
Notas de Mercado
QUARTA-FEIRA, 6 DE MARÇO DE 2019

Cosmético probiótico tem aprovação de classe médica; o desafio fica no preço

Cremes com probióticos têm uma série de indicações, dentre as quais acne, dermatites e antienvelhecimento. Segundo analistas de mercado, o grande desafio para os fabricantes, porém, é a questão do preço competitivo, já que dermatologistas já aprovam a importância desse tipo de tratamento. 

“Mais recentemente, temos observado formulações tópicas, na forma de sérum, ricas em probióticos, que auxiliam no tratamento da acne, rosácea, e dermatite atópica (pele hiper-reativa e sensível)”, diz a dermatologista Claudia Marçal, da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

 

Leia também: Equilíbrio da pele é protagonista no setor

De acordo com o dermatologista Jardis Volpe, diretor da Clínica Volpe, de São Paulo, para se proteger das agressões ambientais, a pele precisa se manter inalterada e um dos seus maiores aliados são os probióticos. O médico explica que a microbiota cutânea controla a colonização de organismos potencialmente patogênicos, modula a resposta imune, função barreira da pele e é parte integrante da saúde da pele.

“Estudos indicam que alterações na microflora da pele desempenham um papel significativo em condições como dermatite atópica, psoríase, acne e câncer de pele”, afirma. Por isso, segundo Volpe, a aplicação de culturas bacterianas vivas se faz necessária.

O especialista acrescenta que o conteúdo das células de bactérias interage com os receptores celulares da pele para modular a resposta imune. “E isso realmente ajuda a aliviar a inflamação na pele”, diz. “O ecossistema bacteriano natural da nossa pele tem um papel protetor muito importante e com nosso estilo de vida moderno, este ecossistema é muitas vezes danificado e pode resultar em pele seca, estressada e sensível. Trazer probióticos para a equação pode ajudar a reconstruir este ecossistema de pele saudável”.

Pesquisa da Research and Markets aponta que o mercado global de produtos cosméticos contendo os probióticos deve crescer 7% ao ano até 2023. Os probióticos – as ‘famosas bactérias do bem’ – ganharam o mercado de alimentos e suplementos e estão presentes em uma série de prescrições médicas e nutricionais.

Fonte: Redação Revista H&C

Tags

  • cosméticos probiótico
  • probióticos
  • bactérias do bem
  • dermatologista
  • dermatologia

Veja também:

Calendário de Eventos 2019
ver completo
Parceiros H&C
  • ABC
  • Abipla
  • Abre
  • ABT
  • Anvisa
  • FCE Cosmetique
  • FtechSM
  • iCosmetologia
  • AACD
Rua Rio da Prata, 164 - Brooklin - São Paulo - SP - Brasil - CEP: 04571-210

Ftech Soluções em Internet